Pó Mágico de Pirlim Pim Pim na adoção existe?

Não tenho o mesmo dom da escrita que algumas amigas do mundo adotivo, mas hoje venho escrever sobre a fábula do encantamento instantâneo que as pessoas acreditam que exista no primeiro encontro na adoção. Onde a criança vai ver os pais entrando pelo portão da instituição de abrigamento e irá (num passe de mágica) os reconhecer como seus pais e irá correndo aos seus braços, os chamando de Mamãe/Papai, em contra partida, os pais sentirão um encantamento instantâneo por aquela pequena criança e viverão felizes para sempre!!!!

Compartilhe:
Ler mais

As dificuldades e as alegrias dos casais que superam a discriminação

“Se todos tivessem a oportunidade de conviver com portadores de necessidades especiais, aprenderiam a valorizar coisas que normalmente nem percebemos, como andar, falar, enxergar, ouvir e pensar. Hoje, vejo quanto aprendi com o Pedro. Minha lição maior foi encarar o mundo e ver que a vida nem sempre será perfeita”

Compartilhe:
Ler mais

Adoção sem barreiras

“Nas primeiras semanas, meu filho me chamava de tia e eu sentia dificuldade para dizer coisas como vem com a mamãe”. Isso foi há quase dois anos. Desde então, tudo melhorou, nós dois relaxamos. Um dia, em um consultório médico, a secretária perguntou o nome do pai dele para pôr na ficha. Respondi que ele não tinha pai. Thiago entrou na conversa todo animado e deu um susto na moça: “Sabe por que eu não tenho pai? Porque fui adotado”.

Compartilhe:
Ler mais

Casos de devolução de crianças adotadas revelam deficiências no sistema e na lei

Na última semana, o Tribunal de Justiça de Santa Catarina – TJSC – determinou que os pais paguem o tratamento psicológico para criança que devolveram para adoção. No caso, o Tribunal negou a pretensão de um casal de desvencilhar-se da obrigação de pagar tratamento psicológico/psiquiátrico a uma criança de sete anos, a qual desistiu de adotar. Apesar de saber da condição psicológica da criança, que sofria maus-tratos da mãe biológica, o casal insistiu em adotá-la, mas por duas vezes a devolveu para o abrigo por conta de dificuldades no relacionamento com a mesma.

Compartilhe:
Ler mais
Página 2 de 41234