Justiça lança campanha de sensibilização sobre crianças em casas de acolhimento

A fim de alcançar novos padrinhos para crianças e adolescentes assistidos pelas casas de acolhimento, a Justiça da Infância e Juventude de Corumbá lançou a campanha “Crianças Invisíveis”. A ideia visa sensibilizar a população para se envolver mais afetivamente e conscientizar a comunidade em geral com relação à importância de sua participação na consecução do direito à convivência comunitária e familiar dessas crianças e adolescentes.

Ler mais

ONDE ESTÃO? – VÍDEO DE CONSCIENTIZAÇÃO A ADOÇÃO

Florianópolis – Com o objetivo de conscientizar e despertar o meio eclesiástico para a questão da orfandade, o Instituto Hope House acaba de lançar a campanha “Onde Estão?”, em parceria com a Cia. Atos de teatro e a igreja Bola de Neve Florianópolis. O vídeo de seis minutos e meio, além de números sobre a violência e abandono de crianças e adolescentes, mostra a dura realidade de três crianças que tiveram suas vidas devastadas e, separadas dos parentes, foram viver orfanatos, onde esperam na lista de adoção por famílias dispostas a ama-los.

Ler mais

Juíza de Campo Grande fala sobre revisão das regras de adoção

O Ministério da Justiça quer reduzir o tempo de espera para adoção de crianças, por isso disponibilizou uma proposta para consulta pública, em que pretende deixar o processo menos burocrático. Para falar sobre o assunto, a juíza Katy Braun do Prado, da Vara da Infância, da Juventude e do Idoso de Campo Grande concedeu entrevista ao jornal MS Record, na edição desta quarta (9).

Ler mais

Adoção de crianças maiores é caminho para diminuir permanência em abrigos

Quem quer adotar deve estar disposto a amar e a também ser adotado. Essa foi uma das muitas lições de uma noite de muito aprendizado e informação com a mestra em Psicologia Clínica Suzana Schettini, que falou sobre a adoção de crianças maiores, no auditório do Tribunal de Justiça de Rondônia, nesta quinta-feira, 10, em Porto Velho.

Ler mais

Participantes do CPA discutem adoção sem devolução de crianças

O plenário do Tribunal do Júri de Campo Grande nunca esteve tão cheio em um Curso de Preparação à Adoção (CPA) quanto na noite desta quinta-feira (4). Requisito obrigatório para quem pretende se habilitar, o curso visa preparar candidatos para lidar com diferentes aspectos do processo adotivo e aborda possíveis conflitos dos pretendentes, dúvidas e ansiedades quanto ao processo de adoção.

Ler mais

Direito à convivência familiar e comunitária de crianças e adolescentes Participe e mande sua contribuição!

Esse debate público contribuirá para alterar o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) de modo a aprimorar os procedimentos realizados atualmente.
O texto terá como foco principal a melhoria na qualidade de vida das crianças e adolescentes no país.
Os participantes podem indicar, nesse período, o que consideram ser a melhor redação para o texto que servirá de subsídio para o anteprojeto que será focado na melhoria do procedimento e redução do período de acolhimento de crianças e adolescentes no Brasil.

Ler mais

Pretendentes à adoção no Amazonas são o dobro dos que aguardam para ser adotados

Segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), os números da adoção no país revelam que há mais de 37 mil famílias registradas para adoção e cerca de 6.800 crianças e adolescentes, de até 17 anos de idade, em condições de serem adotados. No estado do Amazonas, os dados seguem o padrão nacional: existem 50 crianças e adolescentes na lista de espera e 115 pretendentes, mais que o dobro.

Ler mais